Não se preocupe, eu também odeio SPAM!

Persuasão – Como Persuadir Qualquer Pessoa

Você com certeza conhece ou já ouviu falar sobre persuasão. Essa técnica que é usada diariamente por emissoras de TVs, propagandas em geral,  anúncios e qualquer outro meio de comunicação, ela é responsável por alterar atitudes, crenças e até mesmo a personalidades das pessoas. Deixando bem claro que, essa mudança tem que ser de forma totalmente espontânea, sem uso de força ou qualquer outra forma truculenta.

Eu Wellington Melo, no longe de anos trabalhando na internet sei que uma pessoa persuasiva é extremamente importante na hora de oferecer um produto, curso ou qualquer outro tipo de serviço ao nossos visitantes. Pensando nisso, resolvi compartilhar com você 5 técnicas testadas de persuasão. Estude essas 5 técnicas de persuasão e aplique em seus familiares, amigos, potenciais clientes ou até mesmo naquela(e) menina(o) que você tanto gosta, e verá os espantosos resultados ao seu favor.

5 Princípios da Persuasão

  • Princípio da Persuasão 1: A Norma da Reciprocidade

O princípio da reciprocidade é além de tudo, um fato já estabelecido por todos e em todos os lugares do mundo. Quem não retribui os favores que lhe fazem é normalmente visto de forma negativa por todas a sua volta, e é por isso que todos nós evitamos não praticar a reciprocidade. Esta pequena regra social permite, quando convenientemente explorada, persuadir e influenciar os outros de forma eficaz e que dificilmente será vista como persuasiva ou manipulatória.

Desde pequenos somos “treinados” para retribuir os favores que nos fazem, não importa se essa retribuição será com o mesmo favor que recebemos ou não. o “favor” pode assumir várias formas: empréstimos, ajuda com algum trabalho, ajudar a se aproximar de alguma pessoa em especial, ajuda nos estudos, ajuda  nos trabalhos etc.. Seja lá qual for o tipo que o empréstimo assumir, sentimos a “obrigação” de retribuir mais cedo ou mais tarde. É exatamente esta obrigação que a pessoa que quer persuadir espera.

  • Princípio da Persuasão 2: A Norma da Consistência

Depois de termos analisado A Norma da Reciprocidade, vamos avançar na abordagem dos princípios da persuasão para A Norma da Consistência também chamado de compromisso. Assim como a norma da Reciprocidade, a norma da Consistência é um principio que se baseia as pessoas a sua volta, a sociedade em geral para levar o fim do intuito de influenciar ou manipular alguém. No caso temos uma exploração da pressão social para nos mantermos consistentes com as nossas crenças, atitudes ou comportamentos de forma a sermos vistos de forma mais positiva pelos outros.

Uma das formas mais usadas para explorar este princípio persuasivo é utilizar um comportamento passado do alvo da persuasão e fazê-lo passar na altura de implementar a estratégia. Ou seja, quando a pessoa que esta a persuadir a outra fala detalhes, historias ou fatos que levam o ouvinte a concordar com suas afirmação, se torna muito mais fácil persuadir a pessoa em um ponto futuro. Parece complicado de se entender não é? mas deixe-nos dar um exemplo.

Um vendedor que vende grandes enciclopédias pode conseguir colocar um potencial cliente mais inclinado a comprar o seu produto fazendo algumas questões sobre os interesses dele, falando palavras que qualquer pessoa gosta de ouvir, como: Você é uma pessoa inteligente, sei que meu produto lhe trará grandes resultados pois noto que você tem um perfil de uma pessoa comprometida com o que faz, que gosta de estar informado e que aprecia ler. Uma tal afirmação tornará difícil um posterior não na hora do vendedor oferecer o seu produto, pois seria o potencial cliente entraria em contradição tendo em vista tudo aquilo que o vendedor disse a respeito dele inicialmente.

  • Princípio da Persuasão 3: A Norma da Autoridade

Nossa terceira mas não menos importante, Norma da Autoridade. É preciso entender antes de mais nada que neste contexto, “autoridade” não se limita a definir um cargo, mas também, e na nossa opinião claro, refere-se a autoridade adquirida com base em seus conhecimentos. Suas expertises ou perícia relativamente a determinado assunto ou ofício.

Como exemplo podemos pegar um policial ou o seu chefe na empresa, ambos possuem cargos de autoridade predefinidos, as pessoas dentem a segui-los por uma especie de “medo” ou receio de sofrer alguma punição ou algo do tipo. Quando falamos em autoridade no âmbito da persuasão esses exemplos não se enquadram de maneira correta. Quando falamos em autoridade para persuasão, podemos ter melhor clareza pegando por exemplo um professor, ou um experte em determinado assunto.

O poder persuasivo das autoridades é muito fácil de se explicar: ocupam cargos ou possuem conhecimentos muito específicos sobre determinado assunto, fazendo com que a grande maioria das pessoas depositem confiança e logo são persuadidas por suas palavras, deixado-as levar por seus ensinamentos e/ou conselhos. Desta forma é muito mais provável que uma pessoa adquira um curso que esse expert ou profissional esta indicando ou vendendo.

Persuasão – Como Persuadir Qualquer Pessoa

  • Princípio da Persuasão 4: A Norma da Escassez

A Norma da Escassez deve ser o princípio mais fácil de ser entendido. Quanto mais raro for o objeto, maior será o desejo de possui-lo! Quando falamos no termo econômico encontramos exemplo deste princípio na “Lei da oferta e da procura”, em termos de senso comum temos o provérbio “O fruto proibido é o mais apetitoso”, retirado do conto bíblico de como Adão e Eva foram expulsos do paraíso.

Todos nós já nascemos com essa princípio enraizado em nós. O Erico Rocha, grande empreendedor digital, cita um exemplo perfeito que descreve a escassez nas pessoas. Ele tem um filho de 5 anos, tem um trem de brinquedo que passava o dia inteiro brincando com ele, daí com o passar do tempo ele deixou esse trem de lado e ficou brincando somente com outro brinquedo, o Erico se mudou para um outro apartamento e encaixotou o trem que o menino se quer lembrava mais que existia, na nova casa o Erico não tirou o trem da caixa, somente os outros brinquedos, passar bastante tempo, tiraram o trem da caixa e o menino ao ver o trem o pegou pra brincar e não largou mais, ou seja, a escassez se aplica perfeitamente a este caso. Quando o brinquedo estava sempre ali a mostra para ele brincar, ele o usou tanto que perdeu o “brilho”, somente após vários meses sem ver o brinquedo ele sem ao mesmos saber o que é a escassez, sentiu e teve vontade de voltar a brincar com o trem.

Ao puxarmos isso para âmbito digital, o princípio da persuasão com a norma da escassez se enquadra perfeitamente a um curso ou produto que você está vendendo, quando você aplica a norma da escassez, as pessoas vão ser persuadidas por você a comprar o seu curso ou produto por receio da escassez, o medo de perder a oportunidade de ter determinada coisa.

  • Princípio da Persuasão 5: A Norma da Atração

No nosso 5 e último princípio da persuasão de hoje, temos a Norma da Atração. Não é nada estranho quando somos persuadidos por pessoas queridas, como pais, irmãos, namorada(o), esposa(o), amigos ou qualquer enter mais próximos de nós. Essa persuasão quase que espontânea se dar porque são pessoas que gostamos, pessoas que estão próximas de nós. Logo, fazer favores para ela se torna algo até prazeroso.

Esse princípio é extremamente poderoso, porém, para ele funcionar, a pessoa na qual será persuadida por você precisa no mínimo simpatiza com você, gostar do seu trabalho ou da sua pessoa em se, ou seja, você precisa conquistar essa pessoa, torne-se amigo dela, torne-se alguém no qual ela gosta de estar perto, uma pessoa admirável.

O princípio da persuasão com a norma da atração é muito usado também quando se trata de atração física, quando exibimos o sexo oposto para determinadas pessoas que queremos persuadir. Essa estratégia é muito usada em comerciais de cerveja e carros por exemplo. Quando é exibido um carro esportivo com uma mulher atraente na propaganda, a norma da atração atinge em cheio o público masculino, se deixando então mais fácil de ser persuadido.

Podemos falar mais sobre esta norma da atração em um próximo post.

E para você que sentiu o quão poderosa a persuasão pode ser, tanto para atrair clientes para o seu negócio, para o seu site ou até mesmo para a sua vida pessoal, nós indicamos fortemente a você, o curso Disparos Persuasivos 2.0. Aqui neste post nós lhe mostramos 5 princípios da persuasão, no curso Disparos Persuasivos 2.0 você encontrará muito mais conteúdo sobre este assunto, tudo em vídeo aulas práticas e didáticas para você se tornar um mestre na arte da persuasão!

pesuasão-saiba-mais

Get the FREE eBook...
Receba artigos, sacadas e métodos comprovados para ter sucesso em seu Negócio Digital! Tudo em primeira mão, direto em seu e-mail. Tudo de forma 100% Grátis!
Não se preocupe, eu também odeio SPAM!
Wellington Melo
Wellington Melo
Wellington Melo, empreendedor digital, criador de vários cursos e treinamentos online. Apaixonado em ajudar pessoas a criarem seus próprios negócios na internet, e conquistarem mais liberdade de tempo e dinheiro. Saiba mais...